Missão catarinense em Berlim mapeou parcerias de pesquisa e empresariais

Um grupo formado por executivos catarinenses esteve em Berlim, na Alemanha, durante a última semana para a missão empresarial da Cooperação Internacional de Inovação em Fotônica, programa lançado pela Fapesc em parceria com a Berlin Partner for Business and Technology. Organizada pela Fundação CERTI, a missão foi realizada entre os dias 16 e 20 de outubro, com o objetivo principal de prospectar parceiros para as empresas de Santa Catarina no ecossistema de tecnologia de Berlim/Brandenburgo, por meio de contatos, visitas e reuniões com organizações de referência internacional na área de fotônica.
As empresas Ionics e Granaço, representadas respectivamente pelos empresários Plinio Sombrio e Thiago Knabben, marcaram presença no seminário internacional Photonic Days, no qual expuseram detalhes de suas propostas de soluções inovadoras. O evento também contou com a apresentação de demandas de outras empresas do estado, como Alkimat, Apoluz, Due Laser, Kam, Kemia, Neoprospecta, Resicolor, TNS Solution e Wier, representadas pela equipe composta pelo diretor de tecnologia da CERTI, Manuel Steidle, e pelo coordenador do programa de Internacionalização da GO!, Alexandre Steinbruch.
“Mais do que participar do seminário, nossa intenção foi viabilizar visitas a diferentes parques tecnológicos, institutos de pesquisa e empresas líderes no setor, para vivenciar a realidade do cluster alemão e ter acesso às soluções mais inovadoras desenvolvidas na área de fotônica”, destaca o diretor da CERTI, Manuel Steidle.
Em estande do Governo de Santa Catarina e Fapesc, operado pelo programa GO!, foram realizadas ações de divulgação e atração de empresas alemãs com interesse de investimento em Santa Catarina. Durante o seminário, Manuel Steidle participou de três workshops, em que apresentou o programa de Cooperação SC-Berlim/Brandemburgo e falou sobre o ecossistema de inovação em fotônica de SC, destacando necessidades e soluções focadas em tecnologias a laser e no tratamento de águas residuais de aterros sanitários e efluentes industriais no contexto da indústria brasileira.
“Também foi uma grande oportunidade para mostrarmos as tecnologias desenvolvidas no nosso estado. Essa troca de experiência e conhecimento enriquece o ecossistema e nos aproxima ainda mais de um polo tecnológico de ponta, fortalecendo essa relação de parceria entre Santa Catarina e o estado de Berlim”, completa Manuel Steidle.
Sobre a Cooperação
A Cooperação SC & Berlim é um acordo firmado entre Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC) e Berlin Partner for Business and Technology para a promoção da Inovação na área de fotônica no contexto de Cooperação dos Ecossistemas Inovadores de Santa Catarina e Berlim/Brandemburgo.
A iniciativa disponibilizará em torno de R$ 50 mil para projetos de cooperação entre empresas catarinenses e alemãs na área de fotônica, para que desenvolvam produtos, processos ou sistemas inovadores. Até o dia 30 de novembro serão aceitas propostas envolvendo tecnologias ópticas avançadas, fotossensores, fibras ópticas, emissores de luz, além de seus processos de análise e fabricação. Mais informações em http://certi.org.br/scb/.

Deixe uma resposta

Share This