Incubados do MIDI superam R$ 3,5 milhões de faturamento no semestre

O valor registrado pelas empresas apoiadas pelo MIDI Tecnológico representa 77% do total de 2016

Com o apoio da incubadora MIDI Tecnológico, negócios nascentes em fase de validação crescem no primeiro semestre e ajudam a aquecer o mercado, por meio de contratações constantes e da oferta de inovação. Neste período de tempo, as empresas incubadas registraram um faturamento de mais de R$ 3,5 milhões – o que representa 77% do faturamento total de 2016. Em agosto, mês em que completa 19 anos de atuação, a incubadora sediada em Florianópolis comemora ainda o aumento de 31% no número de empreendedores e colaboradores das startups que apoia, ao todo 165  pessoas começam a integrar o ecossistema de inovação.

A previsão das startups incubadas é acabar 2017 com 7 milhões de faturamento. Para isso, o MIDI tem investido na capacitação dos empreendedores em vendas, desenvolvimento de OKRs e aprimoramento da equipe, por meio de um programa de coaching. Kamila Bittarello, coordenadora técnica da incubadora, atribui os números aos diferenciais da parceria entre a instituição e as empresas nascentes. “A parceria inicia no processo de seleção dos melhores times, uma vez que o programa aplicado pelo MIDI é centrado nos empreendedores. Durante a incubação, a troca acontece nas ações de formação de equipes de alto desempenho e de atração de fluxo de negócios”.

A dinâmica dentro da incubadora se baseia em mentorias, cursos, consultorias e networking. Com acesso à uma rede de empresários e investidores, os empreendedores, mesmo em fase inicial, conseguem se conectar com diferentes players do seu setor de atuação e desenvolver soluções alinhadas com as demandas do mercado. As incubadas captaram R$ 2,5 milhões de venture capital no primeiro semestre, reforçando o potencial das soluções e as habilidades desenvolvidas em parceria com o MIDI.

Da incubadora para o mundo

Um dos diferenciais do MIDI Tecnológico é o incentivo, desde cedo, à internacionalização. Os produtos e serviços desenvolvidos dentro da incubadora são voltados para o mercado global, por isso, as startups incubadas participam constantemente de programas de aceleração internacionais. A Byond desenvolve uma solução que ajuda as empresas a automatizarem operações e foi selecionada no começo deste ano para o programa canadense de aceleração Latam Startups Hub.  Gustavo Yugo, sócio da Byond, atribui a conquista às oportunidades de crescimento e desenvolvimento vivenciadas dentro da incubadora. “Entendemos que a incubação foi vital para o estabelecimento da nossa visão de mercado e definição de produto, nesse sentido o MIDI representa uma vitrine que atrai contatos como os programas de aceleração”, destaca Yugo.

Sobre o MIDI

Selecionado quatro vezes como melhor incubadora do país pela Anprotec, o MIDI Tecnológico já ajudou no desenvolvimento de 112 empresas de tecnologia na Grande Florianópolis, o que representa cerca de 13% dos empreendimentos do setor na região. Por meio das mentorias e capacitações que oferece, a incubadora se preocupa há 18 anos em desenvolver ideias de negócios inovadores e empreendedores. O método utilizado ainda compreende aproximação com o mercado, investidores e empresários o que ajuda na validação do negócio, mandando para o mercado empresas com alto potencial de desenvolvimento: cerca de 85% dos negócios iniciados no MIDI ainda estão em funcionamento.

Deixe uma resposta

Share This