[et_social_follow icon_style="simple" icon_shape="circle" icons_location="top" col_number="auto" spacing="true" outer_color="dark"]
Programa Centelha SC abre inscrições para ideias inovadoras

Programa Centelha SC abre inscrições para ideias inovadoras

O Programa Centelha SC está com inscrições abertas para fomentar ideias inovadoras de empreendedores catarinenses. O programa, promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), visa estimular a criação de empreendimentos inovadores e disseminar a cultura do empreendedorismo em todo o país. As inscrições vão até 31 de julho e devem ser feitas pelo site www.programacentelha.com.br/sc. Os projetos selecionados receberão até R$60 mil em subvenção econômica da Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina (FAPESC) – instituição responsável pela execução em Santa Catarina –, e também terão acesso a capacitações online e suporte para o desenvolvimento do produto do negócio. Além do MCTIC e da Finep, o Centelha SC tem parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap). O programa é operado pela Fundação CERTI. A RECEPETI apoia institucionalmente a iniciativa. Como funciona Na primeira fase do Programa Centelha SC, os interessados deverão apresentar suas ideias de negócio e a equipe de trabalho. O objetivo é verificar se a ideia é inovadora e traz benefícios para a região e o seu potencial de mercado. Passam para a segunda fase até 200 propostas, e os selecionados devem, então, elaborar um projeto de empreendimento, detalhando o plano de negócio executivo com o objetivo de demonstrar as chances da ideia gerar um bom negócio. A terceira fase – pela qual passam até 100 das propostas ainda em jogo – consiste no desenvolvimento de um projeto de fomento, com apresentação detalhada do orçamento...
AMFRITEC mapeia vagas em empresas de tecnologia nos 11 municípios da AMFRI

AMFRITEC mapeia vagas em empresas de tecnologia nos 11 municípios da AMFRI

Desde segunda-feira (20), o projeto Amfritec está levantando o número de vagas disponíveis nas empresas ligadas à tecnologia e inovação da região e a previsão de postos abertos daqui a seis meses. O projeto é uma das ações de estímulo à inovação que vem sendo realizadas pela UFSC e o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) na Foz do Itajaí. A intenção do projeto é identificar as funções em que há maior escassez de mão de obra e proporcionar cursos de qualificação para a colocação de profissionais no mercado. O modelo do Amfritec é baseado no método de trabalho do Programa Geração TEC, desenvolvido pelo Governo do Estado de Santa Catarina e que já realizou mais de seis mil capacitações desde 2011 para jovens e adultos, inclusive em municípios da Foz. A iniciativa fortalece o ecossistema de inovação e antecede as ações para a operação do Centro de Inovação Regional de Itajaí, em uma sinergia entre universidades e governo, que deve ser inaugurado no segundo semestre de 2019. No mapeamento de vagas, primeira etapa do Amfritec, serão contatadas empresas dos 11 municípios para levantar as vagas existentes e as perspectivas de novas vagas no médio prazo. As empresas poderão apontar suas maiores demandas relacionadas a funções e habilidades dos colaboradores, além das linguagens de programação mais utilizadas. Com as informações em mãos, a equipe do programa desenvolverá a ementa dos cursos e realizará o processo seletivo, segunda etapa do Amfritec. Os cursos são gratuitos e têm curta duração, voltados a um público a partir de 17 anos. Durante as aulas, os alunos recebem acompanhamento pedagógico a fim...

Assembleia Geral Ordinária

Edital de Convocação Nos termos do Art. 11, Parágrafo Segundo, Art. 12, Inciso II, do Estatuto Social, convoco os membros da Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e os senhores associados da Rede Catarinense de Inovação – RECEPETi para Reunião Ordinária da Assembleia Geral, a realizar-se em sua sede, à SC 401, Km 1, nº 600, Ed. Inova@SC, Parq Tec Alfa, João Paulo, nesta cidade de Florianópolis/SC, no dia 28 de maio de 2019, às 10h30min, em primeira convocação, havendo quórum, ou às 11h, em segunda convocação com qualquer número de pessoas presentes, para o fim de deliberarem sobre a seguinte pauta: Aprovação da prestação de contas do exercício de 2018; 2. Apresentação do parecer do Conselho Fiscal; 3. Inclusão de novos integrantes do Conselho Fiscal; 4. Apresentação do Projeto AMFRITEC, UFSC/MCTIC; 5. Assuntos gerais. Florianópolis, 10 de maio de 2019. Veja o Edital...

Inovação tecnológica: conheça o case de sucesso da parceria entre a Tekoa e a IXL

Santa Catarina ocupa um lugar de destaque quando o assunto é inovação tecnológica. O Estado vem chamando a atenção de empresas ligadas ao segmento de TI e, com um investimento cada vez maior na área, vários polos estão se expandindo, com destaque para as iniciativas originadas em cidades como Florianópolis e Joinville. Dentre as empresas do setor com sede em Florianópolis, uma marca que se destaca por trabalhar a inovação a partir da experiência do consumidor é a Tekoa. Para atingir os melhores resultados, a Tekoa trabalha a inovação utilizando metodologia própria que foca o cliente no centro de todas as estratégias. No caminho da inovação, a Tekoa e a IXL, consultoria global de inovação sediada em Boston (EUA), tem um ponto em comum: acelerar o crescimento dos seus clientes. Inovação é uma questão de crescimento Conectar parcerias para cobrir lacunas de crescimento e buscar novas fontes de receita é outro dos pontos em comum entre a Tekoa e a IXL. A aproximação entre as duas empresas ocorreu no primeiro programa de aceleração 10X no Brasil, que foi promovido em Florianópolis no segundo semestre de 2018. O programa 10X tem o objetivo de incentivar o crescimento de empresas por meio da inovação. Em outras palavras, a ideia é aumentar o resultado das companhias em 10 vezes baseando-se em objetivos ambiciosos, ideias disruptivas e equipes engajadas. A metodologia foi desenvolvida por Hitendra Patel, fundador da IXL Center, e adotada por mais de 700 organizações de todos os segmentos de negócio e também por inúmeros governos a nível mundial. Em Santa Catarina, o programa 10X foi viabilizado graças a um acordo de cooperação...

Ministro Marcos Pontes quer replicar modelo de ecossistema de inovação catarinense

4 de abril de 2019 O titular do MCTIC (Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações), Marcos Pontes, analisa a possibilidade de estender o modelo de inovação catarinense a outros estados brasileiros. Na visita ao estado (29/03) – a segunda desde sua posse – ele recebeu, das mãos do governador Carlos Moisés, documento em que solicita apoio do MCTIC para fortalecer o  ecossistema de inovação de Santa Catarina, a fim de garantir o melhor funcionamento possível da Rede de Centros de Inovação do Estado. “O ministro colocou o MCTIC à disposição para fomentar nosso ecossistema por ter ficado impressionado com o estágio de desenvolvimento do Estado”, disse Fábio Zabot Holthausen, presidente da FAPESC (Fundação de Amparo à Pesquisa e Inovação do Estado de Santa Catarina). Juntamente com o secretário de Desenvolvimento Econômico Sustentável, Lucas Esmeraldino, e outras autoridades,  Holthausen acompanhou a visita iniciada pelo Sapiens Parque, em Florianópolis, com parada na Casa d’Agronômica,  e concluída em Criciúma, na  Unesc (Universidade do Extremo Sul Catarinense). Na Satc (Associação Beneficente da Indústria Carbonífera de Santa Catarina), a comitiva visitou os laboratórios de mecânica, Pronto 3D, Cocreation Lab, e os projetos AeroSatc e o carro elétrico Inowattis. “Procuramos mostrar um pouco da inovação que a Satc está promovendo, apresentando os projetos que são realizados aqui”, ressaltou o diretor executivo da Satc, Fernando Luiz Zancan. No Centro Tecnológico da Satc foi mostrada a planta piloto que está sendo finalizada para a captura de CO2. Projetos desenvolvidos no Centro são oriundos de parcerias com o próprio Ministério de Ciência e Tecnologia, FAPESC e Finep (Financiadora de Inovação e Pesquisa). A visita do ministro marca os 60 anos de fundação da instituição – que serão...