[et_social_follow icon_style="simple" icon_shape="circle" icons_location="top" col_number="auto" spacing="true" outer_color="dark"]

Projeto introduz linguagem de programação para crianças da região de Itajaí

Projeto introduz linguagem de programação para crianças da região de Itajaí

Um projeto inédito e inovador está abrindo o mundo da tecnologia para crianças da região de Itajaí. É o Programando o Futuro, que usa de atividades lúdicas para ensinar conceitos de linguagem de programação com estudantes de 8 a 12 anos do ensino fundamental da rede municipal de educação nos 11 municípios da AMFRI.

O projeto utiliza uma ferramenta chamada Scratch. É a base de uma metodologia desenvolvida em um dos mais prestigiados institutos de tecnologia do mundo, o MIT, dos Estados Unidos. Na ferramenta os alunos criam ambientes virtuais, como jogos e aplicações básicas e interativas, por meio da programação com uma linguagem acessível à idade. Usam imagens, música, desenhos, tudo em uma plataforma visual.

“A ferramenta e a metodologia foram desenvolvidas para estimular o pensamento criativo, o raciocínio lógico, resolução de problemas, idealização de projetos e o trabalho em equipe. São característica que serão obrigatórias nos profissionais do futuro”, explica a coordenadora do AMFRITEC, professora Valéria Bennack, da UFSC.

Os próprios instrutores de informática das escolas foram capacitados para aplicar o método para que possam replicá-lo nas escolas com outras turmas. Além disso, os alunos participam de palestras, gincanas, jogos e desafios. As atividades ocorrem no contraturno escolar.

Ao todo, 10 mil alunos da rede municipal de educação deverão ser atendidos até o final do ano. Isso representa um terço do total dos estudantes dessa faixa etária da Rede Municipal de Foz do Rio Itajaí. A iniciativa não tem custo para os municípios.

Faz parte do projeto AMFRITEC. Este projeto é realizado pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) com recursos do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) na ordem de R$ 4,4 milhões. Além do Programando o Futuro, o AMFRITEC desenvolve ações de capacitação para empreendedores voltada para gestão; para jovens e adultos voltada para o setor de tecnologia local; organiza eventos de promoção da cultura da inovação, e irá preparar o Centro de inovação para receber no escritório da UFSC.

“O AMFRITEC é resultado de um série de ações que visam desenvolver a cultura da inovação na região da Foz do Itajaí. Cada município participante terá oportunidade de descobrir e capacitar talentos para acompanhar esta nova economia que tem como base a inovação”, enfatiza a professora Valéria.

Comente

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *